smltdm.gif (1061 bytes)

 

© Telecomunicações de Moçambique 2000
T D M - DSI


INVESTIMENTO

INVESTIMENTO REALIZADO

As devastadoras cheias que se abateram sobre o País no início do ano 2000, causaram elevados prejuízos à empresa por destruição de infra-estruturas de telecomunicações avaliados em USD 2,7 milhões, o que obrigou a empresa a alocar recursos para a substituição de activos afectados pela calamidade.

O esforço levado a cabo pela empresa no desenvolvimento da infra-estrutura para o suporte aos seus negócios culminou na conclusão e entrada na exploração comercial de um elevado número de redes e sistemas de telecomunicações integrados, com particular ênfase para os centros distritais no quadro de uma estratégia de aumento da cobertura geográfica.

O desenvolvimento da rede de telefonia móvel e o seu impacto nos negócios da empresa foi um dos aspectos de grande notoriedade durante o ano 2000, com a expansão deste serviço ao centro do País e a introdução pela primeira vez no País de plataformas de Redes Inteligentes possibilitando dentre outros a implementação de serviços pré-pagos.

O valor investido durante o ano 2000 foi de cerca de 839 milhões de contos, um aumento de 87,8% comparado ao nível de investimento de 1999, dos quais cerca de 95% foram investidos no Imobilizado Corpóreo.

Investimento
Descrição
1998
1999
2000
Imobilizado Corpóreo
Imobilizado Incorpóreo
Financeiro
224.602
779
9.100
370.828
61.945
14.156
795.421
18.362
25.172
Total
234.481
446.929
838.955

Como resultado directo do investimento realizado, a empresa concretizou um importante objectivo tecnológico prosseguido desde dos meados da década 80 que era a digitalização plena da sua Rede.

Este objectivo foi alcançado com a implementação dos projectos integrados de telecomunicações em Pemba e Lichinga e com a digitalização da ligação entre Moçambique e o Zimbabwe através de um feixe hertziano digital entre Chimoio e Mutare.

Com efeito, a empresa opera hoje uma infra-estrutura de rede integralmente digital, salvo pequenas excepções residuais nas ligações analógicas em zonas rurais com maior incidência nas províncias do Niassa, Cabo Delgado, Nampula e Zambézia.

ESTUDOS DE VIABILIDADE E PROCUREMENT DE PROJECTOS.

Foram iniciados com a empresa TeleConsultores, estudos de consultoria incidindo sobre a elaboração/revisão de planos técnicos fundamentais e desenvolvimento, da Infra-estrutura de telecomunicações. Simultaneamente, foram desenhados projectos de natureza estruturante cuja implementação é fundamental para a edificação de uma Infra-estrutura moderna e habilitada para o suporte de novos serviços e aplicações.

Foi concluído o estudo de viabilidade, elaboradas as especificações e caderno de encargos para o projecto de comunicações rurais com fundos da União Europeia. Na sequência do acordo alcançado com aquela instituição o projecto foi reavaliado devido às limitações financeiras sendo numa primeira fase circunscrito às províncias de Gaza e Inhambane, para cobrir um total de 39 distritos e localidades.

Foi concluído o processo de selecção do Consultor para a realização do estudo de viabilidade técnica para o projecto de telecomunicações para a província de Tete na sequência de um concurso internacional lançado em Abril. O projecto visa a edificação duma espinha dorsal de telecomunicações para a província e a implantação de redes de acesso nos principais distritos e localidades.

Foi concluído um estudo de viabilidade para a implementação de uma rede de comunicação VSAT realizado por um consultor da Eccles Associates no quadro de um acordo entre as Telecomunicações de Moçambique e a United States Trade Devepoment Agency. O projecto visa a cobertura e o acesso ao serviço telefónico de 50 localidades através duma rede VSAT num período de dois anos.

Na sequência das negociações contratuais com a Alcatel Contracting GmbH da Alemanha, foi assinado em Agosto um contrato no valor de USD 32,4 milhões para o fornecimento e instalação de um sistema de cabos submarinos de grande capacidade interligando Maputo e Beira com pontos de amarração em Xai- Xai, Inhambane e Vilankulo.

Foram assinados dois contratos com a Alcatel CIT, para o fornecimento e instalação de equipamentos para a expansão e modernização da infra-estrutura da rede de telefonia móvel celular , com o objectivo de elevar a capacidade de comutação para 120.000 assinantes e da plataforma de gestão do pré-pago para 150.000 assinantes.

Foi assinado com a Italtel Spa. um contrato no valor de EURO 2,4 milhões para o fornecimento e instalação de equipamentos para a expansão da infra-estrutura de comutação nas cidades de Maputo, Matola, Xai- Xai, Maxixe e Inhambane. O acordo prevê a ampliação da capacidade naqueles centros urbanos em 15.000 linhas de rede adicionais para fazer face à crescente procura que se vem registando nas referidas cidades.

Foi assinado com a Telcabo Moçambique um contrato no valor de USD 2,8 milhões para o fornecimento e instalação de equipamentos de transmissão e acesso com vista à expansão da rede para cerca de 20 localidades ao longo de todo o País, equivalentes à um total de 600 linhas de rede.

O volume de adjudicações para projectos de desenvolvimento da infra-estrutura durante o ano 2000 foi da ordem de USD 61,4 milhões, com destaque para o projecto da Rede Nacional de Transmissão Fase I com um contrato no valor USD 32,4 milhões e as diferentes fases de expansão da rede móvel celular os quais totalizam cerca de USD 17 milhões.

IMPLEMENTAÇÃO DE PROJECTOS.

Conforme o acima referido, o ano 2000 foi bastante fértil em realizações que culminaram na activação e inauguração de infra-estruturas em todo o País. Assim, durante o ano 2000 foram concluídas e activadas infra-estruturas ao abrigo dos seguintes projectos:

  • Projecto integrado de Telecomunicações para Pemba, (1.920 LDR)
  • Projecto integrado de Telecomunicações para Lichinga, (1.024 LDR)
  • Projecto integrado de Telecomunicações para Machipanda, (128 LDR);
  • Projecto de expansão da rede doméstica via satélite - DOMSAT Fase IV, abrangendo: Mocímboa da Praia (200 LDR), Montepuez (300 LDR), Cuamba (600 LDR), Angoche (420 LDR), Gúrué (607 LDR), Mocuba (420 LDR) e Vilankulo (400 LDR);
  • A expansão e reconfiguração da rede de comutação em Maputo/Matola (7.216 LDR) Xai- Xai (720 LDR) , Maxixe (112 LDR) e Inhambane (656 LDR);
  • Expansão da Rede de telefonia móvel celular na zona sul cobrindo Maputo e arredores, estrada nacional Nš1 até Xai - Xai, Praia do Bilene e Chókwè;
  • Expansão da Rede de telefonia móvel à zona Centro cobrindo as cidades da Beira, Chimoio e Vila de Manica, e a introdução do serviço pré-pago;
  • Projectos integrados em Namialo (96 LDR), Mafambisse (180 LDR), Chibuto(240 LDR), Boane (180 LDR) e Belo Horizonte (180 LDR);
  • Modernização e expansão das centrais telefónicas digitais AXE, de trânsito nacional e locais em Maputo, Beira, Chimoio, Manica, Tete, Songo, Quelimane (1.024 LDR), Nampula e Nacala (256 LDR).

Para assegurar o suporte de interligação e acesso para diversas redes foram desenhados, implementados e concluídos os seguintes projectos de redes de transporte/transmissão:

  • Anel de fibra óptica na cidade da Beira - Fase I;
  • Feixe hertziano digital Chimoio - Mutare ;
  • Feixe hertziano digital Machava - Boane;
  • Feixe hertziano digital Machava - Belo Horizonte;
  • Feixe hertziano digital Nampula - Barragem de Nampula ;
  • Feixe hertziano digital Xai- Xai - Chibuto;
  • Feixe hertziano digital Dondo - Mafambisse;
  • Feixe hertziano digital Manica - Machipanda
Capacidade Instalada comutação Telefónica (10^3)
Capacidade Instalada Rede Exterior (10^3)


Para dar resposta às necessidades do mercado para além dos projectos de redes de acesso desenvolvidos no âmbito dos projectos de carácter integrado, foram levadas a efeito várias acções de expansão e melhoria da rede de acesso num total de cerca de 10.000 pares primários e secundários respectivamente.

A criação de condições de infra-estrutura para o desenvolvimento e expansão da rede de transporte e distribuição da Televisão por Cabo e outros potenciais serviços de banda larga obrigou à construção de uma extensa rede de condutas na parte urbana da cidade de Maputo, num valor aproximado de USD 2,1 milhões.

Durante o período em análise foi prosseguida a implementação de projectos de impacto para o desenvolvimento da espinha dorsal da rede, designadamente o Feixe hertziano digital Xai-Inhambane-Massinga, cuja conclusão está prevista para o I Trimestre de 2001.

Para a reposição dos serviços públicos de telecomunicações em locais afectados pelas calamidades naturais que se abateram sobre o País no início do ano, foram concretizadas as seguintes acções:

  • Instalação a título provisório de uma solução integrada de telecomunicações no Chókwè (400 LDR) com um feixe hertziano digital Macia- Chókwè;
  • Implementação de uma solução WLL com capacidade para 200 LDR na parte baixa da cidade de Xai- Xai e áreas circundantes.

Assim, durante o ano 2000 foram instaladas cerca de 15.000 linhas de rede contribuindo para o aumento da capacidade instalada em comutação em 13%. A capacidade de interligação cresceu em 20% fruto da instalação de um agregado de cerca de 3.386 circuitos. As redes de acesso cresceram em 7% e 6% em pares primários e secundários, resultantes da implementação e activação de redes de acesso em 25 cidades e localidades.