Relatório do Conselho de Administração
ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA DO EXERCÍCIO

Situação económica
Resultados do Exercício

Os Resultados Líquidos da empresa fixaram-se em cerca de 116 milhões de contos, o que representa um acréscimo de 32% comparativamente aos resultados obtidos no exercício anterior, confirmando-se a tendência crescente dos lucros que se tem verificado desde 1997.

Salienta-se o aumento das receitas do fixo e móvel em cerca de 671 milhões de contos e o impacto deste nos Resultados Operacionais o qual com um crescimento na ordem de 114% comparativamente a 2000.

Para esta melhoria, foi determinante a evolução positiva, em relação ao ano anterior dos seguintes factores:

  • Do parque da rede fixa (+4%), e da rede móvel (+199%);
  • Do tráfego telefónico nacional (+21%);
  • Do tráfego telefónico nacional (+179%) e do internacional (+60%) na rede móvel.
DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS     U: 106MT
DESCRIÇÃO 1999 2000 2001
RESULTADOS OPERACIONAIS 67,223 122,809 263,123
Resultados Financeiros 38,634 64,470 -25,190
Resultados Extraordinários 6,176 -34,722 -42,191
Reforço Fundo Social Trabalhadores -12,808 -17,874 -18,018
RESULTADOS ANTES DOS IMPOSTOS 99,225 134,682 177,724
Provisão para Impostos Sobre Lucros -34,729 -47,139 -62,203
Resultado Líquido do Exercício … 64,496 87,543 115,521


Dos resultados obtidos em 2001, chama-se ainda a atenção para o crescimento em 51% do Resultado Bruto de Exploração, que atingiu cerca de 806 milhões de contos, reflectindo-se numa Margem Bruta de Exploração de cerca de 33%. 

Proveitos Operacionais

Os Proveitos Operacionais Líquidos registaram um aumento na ordem de 45% (aumento de 38% entre 2000/1999). A seguir apresentam-se as rubricas que mais contribuíram para os resultados de exploração obtidos no ano 2001:

  • Serviço de Telefone Fixo: aumento de 34%, (+336 milhões de contos);
  • Serviço de Telefone Móvel: aumento de cerca de 98%, (+334 milhões de contos);
  • Serviço de Aluguer de Circuitos: aumento de cerca de 44% (+13 milhões de contos);
  • Serviço de Postos Públicos: aumento de cerca de 30% (+17 milhões de contos).
PROVEITOS OPERACIONAIS U: 106MT
DESCRIÇÃO 1999 2000 2001
RECEITA BRUTA DE EXPLORAÇÃO 1,240,019 1,598,336 2,340,107
Venda de Meios Circulantes Materiais 1,309 1,141 1,185
Telefone Fixo 859,438 1,001,789 1,337,953
Postos Publicos ( Assistidos e a Cartão ) 43,779 54,847 71,539
Telefone Móvel 162,204 341,793 676,164
Rdis 0 0 1,572
Aluguer de Circuitos 21,921 30,610 44,008
Repartição com Outras administrações 145,666 165,559 205,933
Outras Receitas (inclui Telex) 5,702 2,597 1,754
OUTROS PROVEITOS OPERACIONAIS 64,225 92,475 112,325
Trabalhos para a Própria Empresa 21,849 7,956 4,251
Outros Proveitos 42,376 84,519 108,074
IMPOSTO DE CIRCULAÇÃO -76,385 0 0
TOTAL PROVEITOS OPERACIONAIS 1,227,858 1,690,811 2,452,432
 

Por último e não reflectido nos Proveitos Operacionais, os Proveitos Financeiros obtidos durante o ano foram cerca de 55 milhões de contos, onde se regista os rendimentos das participadas sob a forma de dividendos pagos à empresa, no montante de cerca de 30 milhões de contos.

 

Custos Operacionais

O total de Custos Operacionais registou um aumento de cerca de 40%, fixando-se em 2.189 milhões de contos em 2001, (aumento de 35% entre 2000/1999).

CUSTOS OPERACIONAIS U: 106MT
DESCRIÇÃO 1999 2000 2001
Custo Meios Circ. Mat. Vendi / Cons. 7,914 7,848 9,698
Remuneração aos Trabalhadores 235,143 297,658 394,459
Fornecimento de Terceiros 46,532 51,242 66,093
Serviços de Terceiros 256,798 327,169 447,869
Impostos e Taxas 28,572 50,204 16,101
Amortizações do Exercício 309,678 409,711 543,290
Provisões 100,563 62,959 85,963
Outros Custos 175,435 361,212 625,836
TOTAL CUSTOS OPERACIONAIS 1,160,635 1,568,002 2,189,309

Na estrutura dos Custos Operacionais da empresa em 2001 salientam-se os seguintes aspectos:

  • Os Outros Custos com o peso relativo de 29%, (aumento de 73% em relação a 2000), onde o serviço das Listas Telefónicas e Serviço do Móvel contabilizam 82% da rubrica;  
  • As Amortizações do Exercício com um peso relativo de 25%, (aumento em 33% em relação a 2000), como reflexo do aumento do Imobilizado Líquido em 20%;
  • Os Serviços de Terceiros, com um peso relativo de 20%, (aumento de 37% em relação a 2000), onde o custo do tráfego internacional e a manutenção da rede e a infra-estrutura representam 63% da rubrica;
  • A Remuneração aos Trabalhadores com um peso de 18%, (aumento de 33% em relação a 2000), como reflexo da política de incentivos praticados pela empresa.
..:: Situação económica : Situação Patrimonial e Financeira : Indicadores Económico-financeiros ::..
..
:: voltar ::..
 
© 2001 2002 2003 TDM.Todos os Direitos reservados